domingo, 1 de abril de 2012

Prazer em Ler




Não tem como. Não tem por onde. Eu amo ler. Ler para mim é a possibilidade de testar vários mundos, de viver mais vidas. É nos livros que eu também encontro minhas explicações para os fatos cotidianos e também para os acontecimentos mais bizarros.
Ler me acalma, me faz ter paciência para enfrentar aquilo que está ao meu redor. Quando eu leio, é como se estivesse tocando música, é como se a natureza se manifestasse com toda a sua força.
Eu entendo que algumas pessoas não leiam. Mas não entendo como agüentam – a impressão que tenho é que são reféns de apenas um tipo de vida. O poder de abstração diminui.
Mas penso que é necessário dizer também que leitura é um hábito, e não um dom. Conheço algumas pessoas que não lêem, mas têm curiosidade – apenas não encaixaram isso na sua vida ainda. Meu pai, por exemplo, não lia. O negócio dele era televisão, mesmo que não gostasse do que estava passando. Hoje ainda é, mas lá pelos seus cinqüenta e poucos anos leu um livro que gostou tanto e que acabou por despertar seu gosto pela leitura. Hoje em dia, sempre sai com um livro. Lê todas as noites antes de dormir.
O que me assusta são as pessoas que não lêem e que dizem que não lerão nunca. Conheci um rapaz que não lia, nem via filmes, só assistia programas de TV – na verdade o negócio dele é internet e msn. Não sei como ele concluiu a faculdade de comunicação. E talvez, em relação a ele, o que mais me deixava inconformada foi saber que ele tinha um parentesco com Zélia Gattai, que foi vê-la, que ela lhe deu livros autografados, e que estes estão até hoje intactos dentro de uma caixinha na casa do mocinho.
Enfim leiam. Dêem livros de presentes, comprem novos, comprem em sebos, emprestem nas bibliotecas. Se você ainda não gosta de ler, vá tentando, um dia vai descobrir um autor ou um estilo que vai se encaixar como uma luva. Não precisa ficar como eu, que muitas vezes troco a companhia das pessoas para ler, mas leia – como última justificativa, lembro que ler ajuda a evitar o mal de Alzheimer.
*****
Fiquei tão contente de poder colocar meus livros arrumadinhos na estante na minha casa nova. A anterior era muito pequena, e eles ficavam em caixas. Agora, eles servem até de decoração – minha mesa de centro estão alguns que vira e mexe gosto de folhear. E o próximo passo é trazer muitos dos livros que tive, por falta de espaço, de deixar na casa dos meus pais. Mal vejo a hora de tê-los comigo.
*****
Mas não se deve apenas ler. Ouvir música, ver filmes, passear, viajar, tudo deve ser feito, alguns mais outros menos – se possível, muito de tudo!

2 comentários:

  1. Ficou muito delícia mesmo!! Coloquei as fotinhos lá :) Parabéns pela casinha nova! Onde fica? bjs Mi!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehhhe, vou ver!!! Eu to no Bonfa!!! bjos

      Excluir